5 dicas para iniciar a sua produção acadêmica ainda na graduação

É possível você desenvolver uma produção acadêmica sólida mesmo estando na graduação, mas como começar?

dicas-para-iniciar-a-sua-producao-academica-ainda-na-graduacao-felipe-asensi
dicas-para-iniciar-a-sua-producao-academica-ainda-na-graduacao-felipe-asensi

Sim, é possível iniciar a produção acadêmica ainda na graduação e isso é muito bom.

Por quê?

O fato é que muitos acadêmicos começam apenas a produzir somente quando iniciam o Mestrado.

Isso acontece na maioria dos casos por não haver um compartilhamento de informações no mundo acadêmico sobre quando e como iniciar a produção ainda na graduação.

Mas a verdade é: você pode sim e deve começar a produzir conteúdos acadêmicos, mesmo ainda não tendo terminado a sua graduação.

Os benefícios de investir nisso são diversos e certamente você aproveitará muito melhor o seu curso, e não será apenas mais um aluno que apenas estava lá para marcar presença.

Felipe Asensi

Você pode até se tornar uma espécie de “aluno destaque” aos olhos dos seus professores, o que te diferenciará e lhe proporcionará excelentes oportunidades de estágios, trabalhos, indicações e até parcerias.

Neste artigo, eu vou te ensinar cinco formas de como você iniciar a sua produção acadêmica ainda na graduação e não perder tempo na sua jornada acadêmica.

Mas antes: Qual a maior dificuldade do graduando na hora de iniciar sua produção acadêmica?

dicas-para-iniciar-a-sua-producao-academica-ainda-na-graduacao-felipe-asensi2
dicas-para-iniciar-a-sua-producao-academica-ainda-na-graduacao-felipe-asensi2

O que mais dificulta um graduando a iniciar sua produção na graduação certamente é a falta de orientação sobre quando e como começar.

Sendo um graduando, inicialmente você não terá nenhuma linha de pesquisa até porque pode ocorrer de você ainda não saber o que realmente deseja pesquisar.

E está tudo bem, ok?

Para ter mais clareza sobre isso, é importante que você busque o que mais gosta, o que faz “seu coração cantar” e, principalmente, aquilo que você se vê produzindo durante algum tempo – talvez alguns anos.

5 dicas para iniciar a sua produção acadêmica ainda na graduação

Confira só essa entrevista que eu concedi sobre como o graduando pode iniciar no rumo certo a sua produção acadêmica:

Aprovação do artigo: 7 dicas para aumentar bastante as chances do “sim”

Agora sim vamos conversar sobre as cinco dicas para iniciar a sua produção acadêmica ainda na graduação.

São elas:

  1. Grupos de estudo e de pesquisa
  2. Tenha um Mentor
  3. Fique atento às seleções de iniciação científica
  4. Participe de eventos
  5. Faça projetos com alunos e professores de outros cursos

DICA 1 – Grupos de estudo e de pesquisa

Busque todas as informações sobre como funcionam as linhas de estudo e pesquisa da faculdade em que você estuda.

Aprenda tudo mesmo, inclusive:

  1. Quais os principais grupos de estudo e pesquisa?
  2. Quais as formas de ingresso?
  3. Como funcionam os grupos?
  4. O que isso demanda de dedicação/tempo?

Ao estará tento a isso, você provavelmente encontrará informações sobre iniciação cientifica, monitoria, orientações de pesquisa, orientações por outros professores, etc.

Esses assuntos, em geral, são deixados de lado por muitos acadêmicos que acreditam que estas informações só existem quando se começa o Mestrado e que nada podem fazer por enquanto.

Minha dica para você é: assim que estiver na faculdade pergunte as possibilidades existentes de inserção nessas iniciativas de estudo e pesquisa.

Eu já até criei um Guia de Criação de Grupos de Pesquisa no CNPq para você presentear o seu orientador.

Você estará muito mais preparado para saber como fazer todo o procedimento para se dedicar à sua pesquisa e iniciar a sua produção.

DICA 2 – Tenha um Mentor

Em muitos casos, você terá que “correr atrás” dos professores para ter mais informações sobre produção acadêmica, mas é nessa parte que você tem uma grade oportunidade.

Você encontrará professores dispostos a te ajudar e outros não.

Nem todos os professores estão dispostos ou disponíveis para ajudar os alunos. Faz parte…

Foque nos que estão dispostos a ajudar para você escolher o seu professor-mentor.

Um professor-mentor pode ajudá-lo com orientações de como iniciar a sua produção ou até mesmo te auxiliar com seu projeto.

Confira só o que os resultados que o Jaime tem alcançado desde que eu me tornei seu Mentor:

Conquistar o seu primeiro mentor não será um trabalho nada fácil, mas se você realmente acredita no seu projeto e quer ser um pesquisador, mantenha o foco que você aumentará as chances de encontrá-lo.

Busque por um mentor que esteja na mesma linha de pesquisa que você deseja para que possa lhe orientar, mesmo que no pouco tempo que ela tenha disponível.

Ah e tente absorver o máximo que puder…

DICA 3 – Fique atento às seleções de iniciação científica

Esteja sempre atento em todas as possibilidades que surgirem para você poder participar da vida acadêmica, especialmente a iniciação científica.

É provável que a sua faculdade tenha seleções periódicas de iniciação científica, então pergunte quando elas ocorrem e se organize para participar como um candidato forte.

Essas situações são oportunidades para você aprender cada vez mais e estar mais preparado para as seleções.

Lembrando que faça tudo de acordo com o seu tempo, não precisa estar em tudo, mas nas mais estratégicas de acordo com a sua linha de pesquisa.

DICA 4 – Participe de eventos

Participe de congressos, de eventos de outras faculdades e da revista da sua própria faculdade;

Verifique junto à sua faculdade algum evento próximo em que é possível você apresentar a sua pesquisa e peça ao responsável.

Isso mesmo, você vai pedir ao professor responsável a oportunidade para apresentar a sua iniciação cientifica naquele determinado evento.

Será uma excelente oportunidade para você mostrar a sua faculdade e seus professores que você já iniciou a sua produção acadêmica e que pretende investir nisso.

Eu até criei um Checklist de Apresentações em Congressos para você criar algo impactante no seu próximo evento e impressionar as pessoas.

Quem sabe isso pode até render parcerias?

DICA 5- Faça projetos com alunos e professores de outros cursos

Na sua universidade devem existir diversos outros cursos.

Então pesquise quais os cursos estão relacionados à sua linha de pesquisa e considere fazer projetos com alunos e professores destes outros cursos.

Busque pessoas que estejam dispostas a aprender e a passar conhecimento assim como você. É um crescimento para ambos os lados…

Crie a sua “comunidade de estudos”, em que todos contribuem com todos em prol do crescimento e, até mesmo, para evitar a procrastinação na hora dos estudos.

Você pode até aplicar o meu Checklist de Artigos Científicos para aumentar a qualidade dos seus artigos escritos em parceria.

Dessa forma, você ampliará a sua rede acadêmica e terá a possibilidade de fortalecer a sua produção acadêmica através de parcerias.

Quer um passo adicional?

Com estas cinco dicas você já tem o que precisa para iniciar a sua produção acadêmica ainda na graduação.

Você vai reparar que a vida de um acadêmico é repleta de desafios e eu já estive muito perdido sobre quais as melhores estratégias para ter meu texto publicado.

Até conseguir ser aprovado nas primeiras colocações em mestrado, doutorado e pós-doutorado e em universidades publicas e privadas no Brasil e no exterior, eu bati muito a cabeça.

E hoje eu consigo ensinar tudo isso para que outros acadêmicos tenham uma trajetória de sucesso em menos tempo do que eu precisei.

Se você quiser integrar esse projeto ambicioso que está mudando a vida de acadêmicos de todas as grandes áreas do conhecimento, você precisa conhecer o Programa de Produção Acadêmica.

É algo que eu criei com a chancela do CAED-Jus e do CAEduca, 100% online e totalmente focado no desenvolvimento de estratégias práticas, sem enrolação e sem achismo, para você decolar a sua carreira acadêmica.

É provável que as inscrições estejam encerradas no momento em que você lê esse artigo, então eu sugiro que você entre na lista de espera.

Quando eu reabrir as inscrições, será por pouquíssimos dias, mas pode deixar que eu vou te avisar…

E se você quiser ser aprovado no Mestrado, comece agora mesmo a minha Mentoria de Aprovação em Mestrado e Doutorado.

Grande abraço!

1 comentário em “5 dicas para iniciar a sua produção acadêmica ainda na graduação”

  1. Sandra Laurença Dantas Silva

    Sempre que entro em um grupo como esse, vejo inicialmente uma ótima oportunidade de realmente aprender. Mas, na continuidade descubro o quanto necessito de aprender de fato a entender e absorver o que o mundo académico pode me dar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Endereço

Travessa Expedicionário Aquino Araújo, n. 744/1001
Vila Velha/ES - Brasil
CEP: 49100-032

Acesse ainda mais conteúdos para a sua carreira acadêmica

© Felipe Asensi | Todos os materiais e conteúdos são protegidos pela Lei de Direitos Autorais

Olá, Eu sou o Felipe!

Assine nossa news e fique informado.

×